Projeto IDEA

(placeholder)
(placeholder)
(placeholder)
(placeholder)
(placeholder)

Teste 1

Teste 1 - Leitores a partir dos 15 anos




(placeholder)
Countdown Timer
00:01:00
Untitled

Talvez o leitor se tenha sentado na cadeira do seu filho para uma reunião de pais. Ou com os seus colegas para uma reunião de professores. Às vezes por uns minutos, outras durante umas horas. Lembra-se como se sentiu? pensou como se sentirão as nossascrianças grandes”, que até talvez sejam mais altas e mais fortes que os pais e os professores... Horas seguidas, todos os dias, como gigantes em casa de anões. É óbvio que os alunos não têm todos a mesma estatura e que não crescem ao mesmo tempo nem ao mesmo ritmo. Mas as cadeiras e as mesas das salas de aula são todas iguais. O mito da homogeneidade impõe-se de tal forma que prevalece apesar dos factos. E ninguém repara que uma tal uniformização pode prejudicar de forma muito significativa a motivação e o bem-estar, a postura, a saúde, a concentração e a aprendizagem.

Do mesmo modo, em todos os casos que até agora observámos no Projeto IDEA, a avaliação da fluência na leitura demonstra uma extraordinária diversidade de desempenhos dentro de todas as turmas. Qualquer que seja o ano de escolaridade ou o contexto de escola, urbano ou rural, público ou privado, registam-se em todas as turmas amplitudes de velocidade de leitura em que o valor máximo é pelo menos o dobro do valor mínimo observado. Isto é tanto mais verdade quanto maior for o grupo observado. Turmas mais pequenas tendem a ser estatisticamente mais homogéneas. A variabilidade humana tende a ser maior quanto maior for a amostra observada.

(excerto do livro “Metas, Mitos e Desafios”, p. 103)